>
»
»
»
Pug

GUIA DE RAÇAS
PUG

Neste guia você vai encontrar:

Muito cachorro em pouco espaço

CBKC - Grupo 09 (toys)

São cães braquicefálicos, muito doces e bastante simpáticos!

O Pug é um cão de pequeno porte, com olhinhos expressivos e grandes, cabeça arredondada, rabinho enrolado e muitas ruguinhas pelo corpo. A raça é extremamente amigável e encanta com muita facilidade crianças e outros animais, até mesmo os gatos. Muito amorosos e apegados aos humanos, eles ficam plenamente felizes simplesmente por fazerem parte de uma família.

Assim como o ronronar dos felinos é capaz de acalmar seus tutores, o cachorro Pug fazem um barulhinho durante a respiração que os torna ainda mais especiais. Isso acontece porque são cães braquicefálicos, ou seja, possuem focinho achatado. Essa característica também faz com que sejam menos tolerantes ao calor, afinal, quando o pet tem focinho comprido, o ar é esfriado antes que chegue aos pulmões.

Condição física

Eles não precisam gastar tanta energia e, consequentemente, não são esportivos, mas aguentam bem a agitação das crianças. Isso, associado à boa adaptação e a pouco espaço, faz com que muitos moradores de apartamento procurem pelo cão Pug para ter uma adorável companhia.

Entretanto, o Pug adulto tem tendência ao ganho de peso e, normalmente, são bem gulosos e preguiçosos, podendo ficar por horas no colo de seus tutores. Por isso, é indicada a prática de exercícios físicos leves, sempre com supervisão e controle rígido da dieta.

Expectativa de Vida

Expectativa de Vida do pug

Média de Altura

Média de altura do pug

Média de Peso

Média de peso do pug

Nível de Fofura

Nível de fofura do pug

Características

É adaptável?

Requer atenção?

Apartamento?

Late muito?

Gosta de gatos?

Gosta de crianças?

Gosta de cães?

Precisa exercitar?

É espaçoso?

Fácil tosar?

Problemas saúde?

É inteligente?

Gosta de brincar?

Cai muito pelo?

É sociável?

Fácil ganhar peso?

É territorialista?

Fácil de treinar?

É cão de guarda?

É friorento?

É calorento?

Rações para Pug

Destaques e curiosidades

Se você tem ou pretende ter a raça de cachorro Pug, saiba que ele não será um cão de guarda, mas sim muito companheiro. Ele o acompanhará pela casa constantemente, sempre esperando por seu descanso para poder sentar em seu colo ou deitar com você.

Josephine, a esposa de Napoleão Bonaparte, teve Fortune, um cão da raça Pug muito amado. Sua tutora só dormiu com o marido quando ele permitiu que o pet também ficasse na mesma cama que o casal. Quando a rainha foi presa, ela colocava mensagens secretas na coleira do cão para se comunicar com Napoleão.

Falando em nobreza, a rainha Vitória, que governou o Reino Unido no século 19, também gostava da raça. Ela chegou a ter uma verdadeira matilha de Pugs: Minka, Vênus, Fátima, Olga e Pedro eram os nomes de alguns deles.

Pode-se dizer que o que tornou o Pug bem popular novamente foi o longa-metragem “MIB — Homens de Preto”. O personagem Frank, um alienígena disfarçado de Pug, aparece no primeiro e no segundo filme, e em foto no terceiro.

pug guia raças

A História do Pug

Origem

O Pug cachorro está entre as raças mais antigas do mundo e sua origem data aproximadamente 700 a.C. Há, inclusive, efígies de porcelanas que sugerem a retratação do pet nesta época. Além de monges tibetanos, apenas a nobreza chinesa era autorizada a possuir Pugs.

Ancestrais

Muitas teorias sugerem que ele seja descendente do Pequinês de pelo curto, fruto do cruzamento entre Buldogues pequenos ou a miniatura do Dogue de Bordéus. Na China, essas raças eram cruzadas com frequência, por isso a mistura.

Migração

Há relatos de que os primeiros tipos de Pug foram levados por holandeses, que o nomearam Mopshond, nome usado até hoje por eles. Não à toa, a raça conquistou a aristocracia europeia e as referências de sofisticação e elegância. Ele serviram de inspiração para artistas e foram retratados em pinturas e cartões postais.

Reconhecimento

Sua popularidade em diversos territórios fez com que fossem reconhecidos por diferentes nomes. Na França, chamava-se Carlin; na Espanha, Dogullo; na Alemanha, Mops; e na Itália, Caganlino. O Pug foi reconhecido pelo AKC (American Kennel Club) em 1885.

Os descendentes dos Pugs

No início do século 19, os Pugs foram padronizados como uma raça com duas linhas na Inglaterra. Uma era chamada de Morrison e, supostamente, surgiu dos cães reais da rainha Charlotte, esposa de George III. A outra linha foi desenvolvida por Lord e Lady Willoughby d'Eresby, e originou-se de cães importados da Rússia ou da Hungria.

Os Pugs chegaram aos Estados Unidos após a Guerra Civil, em 1865 aproximadamente. A princípio, ficaram muito populares, mas, na virada do século, o interesse e a busca pela raça diminuíram. Alguns criadores de Pug persistiram e, depois de alguns anos, a raça recuperou a sua fama e estima. E, hoje, a raça está entre as mais procuradas por tutores no Brasil e no mundo.

Pug veterinário guia raças

Características físicas

Os Pugs possuem uma estrutura quadrada e robusta, com musculaturas rígidas. Sua cabeça é proporcional ao corpo e redonda, possui rugas na testa, um focinho preto com narinas grandes, porém curto e achatado. Seus olhos são escuros e bem redondos.

O Pug com características típicas e marcantes tem o rabinho bem enrolado, e implantado na “garupa”. Os são ombros inclinados e sua pelagem é fina, lisa, macia, curta e brilhante.

Conheça rações para Pugs

Personalidade

Desde o surgimento da raça, o cachorro da raça Pug tem temperamento estável, e é um perfeito cão de companhia. Após centenas de anos ao lado da nobreza, o pet manteve como características principais o amor, a fidelidade e dedicação aos tutores. Além disso, a tendência do cão é ser calmo e de bom humor.

Na maioria da vezes avesso a esportes intensos, preferem manter-se apenas ao lado de seus tutores recebendo carinhos e relaxando. É perfeito para quem mora em apartamento ou com pouco espaço, e para lidar com crianças, afinal, é muito afetuoso, brincalhão e inteligente.

Convivência

Entretanto, devido a essa forte ligação que têm com os humanos e seu alto nível de sociabilização, é preciso que os tutores tenham bastante cuidado e atenção. Caso precise deixá-los por um tempo sozinhos, devem evitar, por exemplo, o desenvolvimento da ansiedade de separação.

De fato, o Pug não será um cão de caça ou vigilante, o que ele faz de melhor é ser o seu companheiro para todas as horas. Eles costumam ficar muito bem com a simples presença do tutor no mesmo ambiente. Então se quiser assistir televisão ou ler um livro, pode ficar tranquilo, ele estará lá apenas para te fazer companhia.

Socialização

Como todo pet, é aconselhado que desde filhote haja uma socialização, colocando o Pug em contato com diversas pessoas e estimulando seus sentidos com experiências novas. Isso garante ainda mais que o bichinho seja bem extrovertido e sociável.

Esta raça de cachorro é ideal também para quem recebe muitas visitas, tem outros cães ou até mesmo outras espécies de animais, como gatos. Os Pugs são muito amigáveis e simpáticos e geralmente não ficam ariscos quando entram em contato com visitas diferentes do habitual.

Saúde e Bem-estar

Escovação dos pelos

Apesar dos Pugs terem os pelos curtinhos, eles são trocados com frequência e, consequentemente, caem muito. Sendo assim, é muito importante que o tutor rasqueie sempre o pequeno para remover os pelos mortos e proporcionar ainda mais conforto para o pet.

Para esse processo, é importante que escolha o melhor material que, no caso, são as escovinhas específicas para espécies de pelos curtos e finos. Elas removerão de forma fácil e delicada os pelos soltos do seu pet de pelo curto, sem que ele fique incomodado.

Escovação dos Pelos do Pug

Higiene

As características dobrinhas dos Pugs são encantadoras, mas exigem muito cuidado. Para que não fiquem com sujeira ou umidade acumuladas, é crucial que limpe frequentemente com lencinhos especiais. Eles são formulados para não causar qualquer tipo de alergia e evitar infecções no pet.

Os banhos devem ser dados conforme necessidade, não excedendo a quantidade de um por semana. Lembre-se de sempre escolher apenas shampoos específicos para cães, afinal, os produtos para humanos contém substâncias e um nível de pH prejudiciais ao seu companheiro.

Como dito, os Pugs são cães domésticos e essa característica não os ajuda a desgastar as unhas. Para evitar que eles se machuquem ou arranhem alguém, é fundamental que realize o corte regular de suas unhinhas. Utilize materiais específicos para isso ou procure ajuda de um especialista.

Também faz parte da higiene de cachorro a escovação dos dentes. O processo é capaz de evitar diversos problemas, como o tártaro, que podem se agravar com o passar do tempo. Sempre use escovas e pastas de dente veterinárias, que proporcionarão mais saúde à boca do pequeno.

Cuidados com a saúde do Pug

Os cuidados com Pug devem ser em seus olhos saltados que precisam ser bem limpos. Isso para evitar úlceras de córnea que é conhecida como doença dos olhos secos. Sua pele também é muito sensível e precisa de certas precauções para evitar dermatites, como escolher o shampoo certo e fazer limpezas frequentes.

A baixa capacidade aeróbica deste cãozinho também pode causar roncos e problemas cardiorrespiratórios, por isso não é aconselhado estimular exercícios físicos intensos. Além disso, seu focinho mais curto faz com que sejam menos tolerantes ao calor, então não é recomendado fazer caminhadas em dias quentes.

Escovação dos Pelos do Pug

Higiene e Limpeza para Pug

Alimentação

Assim como todo bichinho de estimação, a saúde e os cuidados com o Pug começam pela alimentação. Principalmente pelo fato da raça ter tendência ao sobrepeso, a ração a ser oferecida deve ser formulada com ingredientes especiais que ajudarão a manter a dieta do seu pet em dia e bem equilibrada.

Acompanhamento

É indicado que visite um veterinário assim que o Pug passar a fazer parte da sua família. Isso ajuda a receber orientações específicas e mais certeiras quanto a cuidados gerais necessários e a quantidade ideal de ração que deve ser oferecida.

As consultas são importantes também para que o médico veterinário avalie se o seu amigão está com sobrepeso ou algum probleminha de saúde. A partir disso, se necessário, ele prescreverá comidinhas especiais e complementos.

Filhotes

Filhotes

A primeira semana de vida dos filhotes de Pug consiste em basicamente dormir e comer, essenciais para o crescimento saudável do pet. Eles nascem cegos, surdos e sem dentes e, a partir da segunda semana de vida, eles vão abrindo os olhos e depois começam a escutar.

É importante que a casa e os tutores estejam preparados para receber o novo membro na família. O Pug filhote precisa se sentir amado e acolhido em seu novo lar. Com tudo pronto, a adaptação do pet será muito mais fácil e todos ficarão felizes.

Dicas de adestramento

Pug é uma raça inteligente e, se treinada desde cedo, respeitará seus limites e será muito educado. Ela ocupa a 57ª posição no ranking de inteligência canina, composta por 79 raças. Para facilitar a doutrinação, alguns truques podem ajudar!

O Pug tem tendência ao sobrepeso, por isso não é indicado usar petiscos como recompensa. Nesses casos usar os brinquedinhos favoritos do peludo é uma ótima saída. Contratar um profissional pode ajudar muito, mas sua presença neste processo é crucial para que uma aliança entre o tutor e o cão seja criada.

Encontre tudo para Pug na Petz!

Com todas as informações sobre o Pug, você pode encontrar tudo o que precisa para seu cãozinho no Pet Shop on-line da Petz. Temos uma variedade incrível de produtos para bichinhos de estimação e condições especiais para compra. Aproveite!

Produtos mais comprados para os Pugs

tapete higiênico supersecão petz
Ração Royal Canin Pug - Cães Adultos
Comprar
Ração Royal Canin para Cães Pug Junior
Ração Royal Canin para Cães Pug Junior
Comprar
Shampoo K-Dog para Pelos Escuros
Shampoo K-Dog para Pelos Escuros
Comprar
Toalhas Umedecidas Petz para Cães e Gatos 50un
Toalhas Umedecidas Petz para Cães e Gatos 50un
Comprar

Raças relacionadas

Ver mais raças